perda muscular

7 fatores causadores da perda muscular e como evitá-los

O sistema muscular é responsável pela movimentação do corpo, pela estabilização corporal, pela regulação do volume dos órgãos, pela movimentação de substâncias pelo corpo e, também, pela produção de calor. Essas funções fazem com que o sistema muscular tenha um importante papel no corpo humano: o de garantir o bom funcionamento do organismo. Quando os músculos não estão em perfeito estado de funcionamento, eles podem, inclusive, agravar o surgimento de doenças. Por isso, evitar a perda muscular é um fator essencial para se garantir saúde e qualidade de vida.

Diversos fatores podem ocasionar a redução e a perda da massa muscular, sendo que algumas delas podem ser evitadas. A seguir, descubra como!

1 – Sarcopenia

Sarcopenia é o nome que se dá à perda progressiva e generalizada da massa e da força muscular. Geralmente ela é causada pelo envelhecimento natural do organismo, que, com o passar do tempo, reduz a quantidade e o tamanho de fibras que formam os músculos. Isso acontece porque o organismo diminui a produção dos hormônios de estrogênio e testosterona. Além do envelhecimento, a sarcopenia pode ser causada também por doenças, que podem provocar o quadro ou ser apenas um dos sintomas.

2 – Má alimentação

Uma má alimentação pode contribuir para a perda de massa muscular. Para que o organismo funcione plenamente, ele precisa de uma dieta rica em nutrientes. Alimentos industrializados, ultraprocessados, ricos em açúcares não só contribuem para o aumento da gordura corporal e para a má nutrição, mas também podem interferir na produção de hormônios como a testosterona.

3 – Sedentarismo

O sedentarismo é um dos principais causadores do enfraquecimento muscular. Para ficar forte, o músculo necessita de estímulo. Quanto mais a prática de exercícios físicos é ignorada, mais lento o metabolismo se torna. Isso significa uma propensão ao ganho de gordura e à perda de músculos. Estima-se que, até os 50 anos, pessoas que não praticam atividade física perdem 10% da massa magra. Com o passar dos anos, essa porcentagem só aumenta.

4 – Vícios

O álcool e o cigarro, por exemplo, possuem efeitos nocivos sobre o tecido muscular, pois provocam danos às fibras do músculo.

5 – Desidratação

O músculo também é constituído por água. Por isso, o líquido também é essencial para mantê-lo saudável.

6 – Medicamentos

Remédios à base de corticoide e hormônios podem contribuir para a perda de massa magra.

7 – Noites mal dormidas

É durante o sono que o organismo não só se recupera das atividades do dia anterior, como também se prepara para o dia seguinte. Pesquisas mostram que uma noite maldormida faz com que o organismo não só aumente a capacidade de estocar gordura, como também faz com que os músculos percam proteínas.

Como evitar a perda muscular

Apesar de ser um acontecimento natural durante o processo de envelhecimento, a perda de músculo pode ser evitada com simples mudanças de hábito, por exemplo, adotando os hábitos a seguir:

  • prática e atividade física;
  • alimentação nutritiva;
  • evite bebidas alcoólicas e cigarro;
  • ingestão de 2 litros de água por dia;
  • sono adequado.

Os músculos são essenciais para o corpo humano, por isso mantê-los saudáveis é importante. O segredo para se evitar a perda muscular é: bons hábitos. São muitos os fatores que podem causar essa perda. Por isso, o ideal é que, durante toda a vida, mantenham-se costumes saudáveis. Assim, além de se garantirem qualidade de vida e saúde, as consequências do envelhecimento corporal se tornam mais amenas e mais fáceis de se lidar ao se chegar à velhice.

Quer saber mais? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter, e ficarei muito feliz em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais do meu trabalho como fisiologista hormonal e dermatologista em São Paulo.

Postado por Daniel Stellin