Tratamento para Bigode Chinês

Início » Tratamento para Bigode Chinês

Bigode chinês: tratamentos

A medicina estética oferta uma boa quantidade de tratamentos para bigode chinês. O sulco nasogeniano, como a condição é denominada na medicina estética, surge das narinas e se direciona a lateral dos lábios, formando um traço desagradável, em especial, ao público feminino.

Por mais que seja algo natural do envelhecimento, apostar em um tratamento para bigode chinês pode restaurar a jovialidade da face, assim como a autoestima. É importante que a indicação do protocolo de tratamento seja dada por um dermatologista, para que o resultado seja efetivo.

Veja a seguir os procedimentos estéticos disponíveis na atualidade para tratar o bigode chinês.

Tratamento para bigode chinês: qual o melhor?

Não se pode dizer que existe o melhor tratamento para bigode chinês. O mais correto é informar qual tratamento trará o resultado esperado para o seu caso.

Aos pacientes que se aproximam dos 30 anos e que o sulco nasolabial começa a surgir, pode ser indicado o uso de dermocosméticos. A formulação desses cremes faciais tem resultado satisfatório e colaboram ainda na prevenção do surgimento das linhas de expressão no rosto, como na testa e ao redor dos olhos, os também temidos pés de galinha.

Além dos dermocosméticos, são tratamentos para bigode chinês os seguintes procedimentos:

  • Preenchimento facial;
  • Peelings químicos;
  • Laser;
  • Radiofrequência;
  • Infravermelho;
  • Ultrassom.

Como já informado, é importante que o tratamento para bigode chinês seja realizado por um dermatologista. Ele é quem conseguirá identificar a intensidade da perda de volume e a melhor abordagem para sua resolução, promovendo assim o resultado esperado. Logo, entre em contato e agende uma consulta com o dermatologista Dr. Daniel Stellin, e veja todos os tratamentos de rejuvenescimento facial ofertados na clínica.

Veja como age cada um dos tratamentos para bigode chinês

Um dos tratamentos para bigode chinês de maior procura nos consultórios dermatológicos são os de preenchimento facial. O preenchimento com ácido hialurônico é o mais comum na atualidade e a substância é encontrado em várias marcas.

O preenchimento com ácido hialurônico ou outro preenchedor é capaz de eliminar a linha e muitas vezes pode ser realizado através do preenchimento de áreas distantes do sulco nasogeniano, promovendo um efeito de lift da face e atenuando essa indesejável característica. Entretanto, seu efeito é temporário.

Os peelings químicos agem na camada mais superficial até a mais profunda da pele promovendo uma renovação celular. A pele morta é removida e dá lugar a uma mais lisa, sem falar no poder de estimulação de colágeno e elastina durante o processo de cicatrização da pele pós peeling.

O laser é um tratamento para bigode chinês que age de forma a promover a renovação cutânea e minimizar a linha formada pelo sulco nasolabial, através da produção de novas fibras de colágeno. Os tratamentos com radiofrequência, infravermelho e ultrassom também atuam na estimulação da produção do colágeno e por consequência, ajudam a minimizar a linha que se forma entre o nariz aos lábios.

Os tratamentos podem ser feitos de forma complementar, exemplificando: após o preenchimento com ácido hialurônico pode ser feita sessões de rádio frequência para estimular a produção do colágeno e até aumentar a durabilidade do preenchimento.

Mais uma vez é importante ressaltar que o protocolo e a combinação deles deve ser dada por um dermatologista e os tratamentos para bigode chinês realizados por um profissional devidamente especializado.

Prevenir é melhor que tratar o bigode chinês!

É importante explicar que a prevenção é sempre o melhor caminho, inclusive na área estética. Ter uma rotina de skin care regrada e que preze pela saúde da pele já é meio caminho andado no combate ao bigode chinês.

Uma das formas de prevenir é o uso do protetor solar e engana-se os que pensam que só é necessário no verão. O uso do protetor deve ser diário, até nos dias nublados e de chuva. Não fumar e alimentar-se de forma adequada também ajudam a retardar os sinais do envelhecimento.

Se interessou por um dos tratamentos de bigode chinês? Agende uma consulta com o Dr. Daniel Stellin e veja qual deles o atenderá da melhor forma.

Fonte:

Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD);

Dr. Daniel Stellin.

Postado por Dr. Daniel Stellin | CRM: 111.635

Dr. Daniel Stellin é um dermatologista graduado pela Faculdade de Medicina do ABC-São Paulo e pós-graduado em Fisiologia Hormonal Aplicada. Detém os títulos de Especialista em Dermatologia pela Sociedade Brasileira de Dermatologia, Especialista em Infectologia pelo Hospital do Servidor Público Estadual e Membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia.