Como a atividade física previne o câncer?

Início » Como a atividade física previne o câncer?

É comum que haja certa resistência de muitas pessoas contra as chamadas “regras” do bem-estar e da felicidade, proclamadas por gurus bem-intencionados de diversas áreas. A verdade é que há poucas regras que realmente devem ser seguidas por todos para promover o próprio bem-estar, a atividade física está dentre elas.

Vale, antes, ressaltar, para os mais resistentes, que a definição de atividade física é movimentar o corpo. Logo, é bom que as pessoas não se sintam intimidadas pela visão de “terríveis” rotinas de exercícios físicos. Há literatura médica abundante que afirma que 30 minutos diários, ou menos, podem ser suficientes para que os efeitos sejam sentidos.

Quanto ao fato de ser uma regra a ser seguida, ela se respalda em base científica. Você pode ignorar todos os gurus e todas as regras que você vê por aí prometendo o bem-estar. Prescrevemos, aqui, apenas 3: alimentação saudável, exercícios físicos e atividade mental. São as 3 formas existentes para preparar o corpo e a mente para os desafios do dia a dia e do envelhecimento, uma vez que temos uma população que cada vez mais tem ampliada a expectativa de vida.

Atividade física e o câncer

Neste artigo, vamos nos concentrar em somente uma dessas variáveis, que é a parte física. A prática de exercícios vem sendo utilizada pela área médica como parte da prevenção a diversas doenças e do tratamento delas.

Além de prevenir e auxiliar no tratamento de diversas patologias, como o diabetes e os distúrbios cardiovasculares, a prática de exercícios atua diretamente na qualidade de vida. Quem se exercita fortalece o sistema imunológico, o sistema estrutural (ossos e músculos), melhora o equilíbrio hormonal, ajuda a manter o peso  e beneficia até mesmo as funções intelectuais e cognitivas.

A comunidade médica reconhece a relação dos exercícios com a prevenção a pelo menos 3 tipos de câncer: intestino, mama e endométrio. Um estudo publicado pela Cancer Epidemiology, importante revista científica, apontou que a prática de 30 minutos diários de exercícios ajudaria a evitar em torno de 2,5 mil casos de cânceres de mama e de intestino no Brasil.

Uma rotina para viver melhor

Não se trata de prescrever ao leitor uma solução mágica para a felicidade. Ter uma rotina de exercícios físicos não é suficiente para entregar a felicidade a ninguém. Estamos falando de recomendação médica para a prevenção de doenças. Evitá-las é uma forma de garantir o bem-estar, principalmente pensando no envelhecimento.

A melhor das notícias é que você não precisa se trancar em uma academia ou se sujeitar a uma rotina draconiana de exercícios físicos. 30 minutos diários de caminhada, sobretudo para quem deseja romper com uma rotina sedentária, já é uma excelente iniciativa.

Consulte um médico para que ele possa fazer uma avaliação física. Com base nela, será possível a indicação de atividade física compatível com a sua condição atual. Há dezenas de coisas que você pode fazer para se exercitar, como caminhar, andar de bicicleta, dançar, jogar tênis, correr, etc. Encontre aquela que lhe fará bem.

Quer saber mais? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter, e ficarei muito feliz em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais do meu trabalho como fisiologista hormonal e dermatologista em São Paulo.

Postado por Dr. Daniel Stellin | CRM: 111.635

Dr. Daniel Stellin é um dermatologista graduado pela Faculdade de Medicina do ABC-São Paulo e pós-graduado em Fisiologia Hormonal Aplicada. Detém os títulos de Especialista em Dermatologia pela Sociedade Brasileira de Dermatologia, Especialista em Infectologia pelo Hospital do Servidor Público Estadual e Membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia.