Como funciona a harmonização do rosto?

Início » Como funciona a harmonização do rosto?

Mulher jovem e com olhos azuis em fundo cinza

Harmonização do rosto pode atender diferentes insatisfações estéticas e deve ser realizada por profissional qualificado para segurança do procedimento e bons resultados.

Os tratamentos estéticos são cada vez mais buscados por um público que deseja unir rejuvenescimento, resultados naturais e praticidade. Por conta disso, a harmonização do rosto é uma técnica muito procurada atualmente.

O objetivo da harmonização facial é amenizar ou solucionar as principais insatisfações estéticas do paciente na face, reduzir sinais de envelhecimento facial e assim tornar a aparência da face mais harmônica. Saiba mais sobre esse tratamento a seguir!

O que é a harmonização do rosto?

A harmonização do rosto é um procedimento estético que une diferentes técnicas não invasivas, visando um resultado satisfatório, acessível e prático.

O primeiro passo da harmonização facial é a realização de um estudo detalhado da face do paciente, o que permite identificar as reais causas da insatisfação e contribui para uma abordagem mais efetiva e racional para solucioná-las.

Isso ocorre porque a harmonia facial é extremamente particular e subjetiva. O paciente pode estar incomodado com as bochechas quando, na verdade, a falta de harmonia tem relação com a proporção entre contorno facial e tamanho do nariz.

Por conta dessas situações, apenas o estudo individualizado do paciente poderá determinar quais são os tratamentos mais apropriados para que ele tenha uma face de aspecto harmônico, rejuvenescido e natural.

Quando a harmonização facial é indicada?

A harmonização do rosto deve ser recomendada por um especialista, que deverá avaliar as insatisfações do paciente e identificar se as técnicas usadas no procedimento são suficientes para entregar os resultados almejados.

Em geral, a harmonização facial é indicada quando o paciente sente um ou alguns pequenos incômodos com face ou almeja a melhora das proporções do rosto. Entre os resultados que podem ser entregues pelo tratamento incluem-se:

  • Amenização das papadas;
  • Redução de olheiras;
  • Amenização de rugas e marcas de expressão;
  • Aumento do volume labial;
  • Amenização de sulcos faciais, como o bigode chinês;
  • Melhor definição de mandíbula;
  • Pequenas mudanças no nariz, no tamanho ou formato;
  • Melhora do contorno facial;
  • Aumento do queixo e mandíbula;
  • Efeito de elevação das estruturas da face (lifting);
  • Aumento da elasticidade e tonicidade da pele;
  • Diminuição de manchas faciais e cicatrizes.

Portanto, diferentes resultados podem ser entregues com a harmonização do rosto, mas é importante que o paciente mantenha as expectativas realistas.

Como a harmonização do rosto é realizada?

Um aspecto que torna a harmonização do rosto cada vez mais procurada é que o tratamento pode ser personalizado de acordo com as necessidades do paciente, visto que existem diferentes técnicas que podem ser usadas, como:

  • Aplicação de ácido hialurônico;
  • Aplicação de toxina botulínica (conhecida popularmente como Botox);
  • Tratamentos com lasers;
  • Radiofrequência;
  • Microagulhamento;
  • Aumento labial;
  • Bioestimulação de colágeno.

A avaliação especializada pode indicar a necessidade de associar algumas técnicas, visando um resultado mais satisfatório com a estética facial.

Um dos exemplos de tratamento almejado por muitos pacientes que procuram pela harmonização é suavizar o bigode chinês, a incômoda linha que vai do canto nas narinas ao canto dos lábios. Nesse caso, é indicada a aplicação de ácido hialurônico.

Entre as dúvidas frequentes sobre o tratamento está quanto ele custa. Como visto, a harmonização envolve diferentes técnicas que serão definidas após avaliação individual, de forma que apenas após uma consulta médica o profissional poderá informar os custos do tratamento.

Um aspecto importante é que a maior parte dos procedimentos realizados — como aplicação de ácido hialurônico, toxina botulínica ou bioestimulação — apresentam resultados temporários, sendo necessário refazer o tratamento periodicamente.

Em geral, os resultados variam entre 12 meses e 4 anos, a depender das técnicas e produtos usados no tratamento.

Quer saber mais sobre a harmonização do rosto e outros tratamentos faciais? Entre em contato e agende uma consulta!

Fontes:

Sociedade Brasileira de Dermatologia;

Dermatologista Dr. Daniel Stellin.

Postado por Dr. Daniel Stellin | CRM: 111.635

Dr. Daniel Stellin é um dermatologista graduado pela Faculdade de Medicina do ABC-São Paulo e pós-graduado em Fisiologia Hormonal Aplicada. Detém os títulos de Especialista em Dermatologia pela Sociedade Brasileira de Dermatologia, Especialista em Infectologia pelo Hospital do Servidor Público Estadual e Membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia.