Composição corporal: o que é e como melhorar?

Início » Composição corporal: o que é e como melhorar?

Você já ouviu falar sobre composição corporal?  Esse tema é recorrente no meio esportivo, mas deveria ser objeto de interesse de todas as pessoas, já que composição corporal está intimamente ligada à saúde e boa forma. Ela é considerada, inclusive, um dos indicadores de aptidão física.

A composição do corpo pode variar de acordo com o sexo, idade, níveis hormonais e estilo de vida. Quer saber mais sobre composição corporal e descobrir como melhorá-la? Leia o artigo completo e fique por dentro do assunto.

O que é composição corporal?

A composição corporal é o termo que define o conjunto de componentes que constituem a massa corpórea. A avaliação da composição corporal é de fundamental relevância na determinação do percentual de gordura no corpo e definição de estratégias para atingir diferentes objetivos, como o emagrecimento ou o ganho de massa muscular, por exemplo.

A composição corporal é divida em dois grupos diferentes do ponto de vista de performance e funcional, sendo eles a massa magra (aquela que é composta por proteínas, conteúdo mineral ósseo e água extra e intracelular) e massa gorda (peso da gordura corporal).

Como melhorar a composição do corpo?

Apesar do fato de muitas pessoas valorizarem o peso que aparece na balança e focarem nas medidas da fita métrica, incluindo a circunferência dos braços, tamanho da barriga e dimensões das coxas, esses não são os parâmetros mais importantes para a manutenção de um corpo saudável. Não que eles devam ser desconsiderados, mas a medida que mais importa, tanto em relação à saúde, quanto em relação à manutenção da estética, é o percentual de gordura.

Quando se trata de composição corporal, o ideal é que a porcentagem de gordura no corpo seja pequena, ao passo que o teor de massa magra seja mais elevado. Atualmente existe um conceito novo chamado de obesidade sarcopênica, que significa que mesmo o indivíduo com peso e IMC normais  porém com elevada gordura e  baixo percentual de massa magra, apresenta os mesmos riscos cardiovasculares e para doenças crônicas que os obesos.

Para conquistar esse feito e melhorar a composição corporal de maneira significativa, vale a pena seguir as dicas abaixo:

  • Faça exames regulares de bioimpedância para conhecer a sua composição corporal a fundo e traçar as estratégias adequadas para o ganho de massa magra;
  • Adote uma dieta balanceada, apostando no consumo equilibrado de proteínas, lipídios do bem e carboidratos. A alimentação de qualidade cumpre um papel fundamental no ganho de massa muscular e redução de gordura corporal;
  • Pratique musculação e atividades aeróbicas. Os exercícios aeróbicos queimam gordura, enquanto a musculação contribui no fortalecimento e ganho de massa magra;
  • Equilibre seus hormônios. Um metabolismo ágil e saudável depende diretamente do equilíbrio hormonal. Quando os hormônios estão em desordem, com níveis flutuantes, essa condição facilita o armazenamento da gordura corporal, dificultando sua queima;
  • Durma bem. Os bons hábitos de sono ajudam na recuperação pós-treino e favorecem a composição corporal. Por outro lado, dormir mal aumenta a produção de grelina, hormônio que estimula o apetite. Ainda por cima, diminui a leptina, hormônio que contribui na sensação de saciedade.

Quer entender melhor a composição corporal? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter, e ficarei muito feliz em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais do meu trabalho como fisiologista hormonal e dermatologista em São Paulo.

Postado por Dr. Daniel Stellin | CRM: 111.635

Dr. Daniel Stellin é um dermatologista graduado pela Faculdade de Medicina do ABC-São Paulo e pós-graduado em Fisiologia Hormonal Aplicada. Detém os títulos de Especialista em Dermatologia pela Sociedade Brasileira de Dermatologia, Especialista em Infectologia pelo Hospital do Servidor Público Estadual e Membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia.