Harmonização Facial Masculina: Como funciona?

Início » Harmonização Facial Masculina: Como funciona?

Mulher segura agulha para realizar harmonização facial masculina

A harmonização facial masculina é um procedimento estético cada vez mais realizado tendo vista a mudança de paradigma do conceito de beleza masculino.

O objetivo da harmonização facial masculina é ressaltar os traços belos da face, além de corrigir assimetrias que possam causar prejuízos estéticos. No entanto, para entregar os resultados almejados, a avaliação deve ser personalizada, considerando as características individuais do paciente e seus desejos.

Como funciona a harmonização facial masculina?

O primeiro passo para a harmonização facial masculina é encontrar um dermatologista de confiança e que esteja apto a realizar os diferentes procedimentos estéticos que podem ser executados na técnica.

Na avaliação com o especialista, serão considerados os anseios individuais e as características faciais do paciente, de forma que cada tratamento é único considerando as particularidades de cada um. O alinhamento das expectativas e a atenção inicial são fundamentais para definir melhor quais técnicas serão usadas.

A partir dessas considerações, a harmonização facial masculina pode afetar diferentes estruturas da face como testa, olhos, sobrancelhas, nariz, lábios, mento, contorno facial e região zigomática (maçã do rosto). Outra particularidade do tratamento é a inclusão de diversas modalidades de procedimentos, tais como:

  • Preenchedores faciais: a substância mais usada atualmente é o ácido hialurônico devido à segurança e bons resultados. O objetivo do uso de preenchedores é aumentar o volume de uma estrutura facial, como os lábios, corrigir assimetrias, aumentar a região do arco mandibular, amenizar sulcos faciais, e promover um “face lift”, proporcionando assim uma aparência mais leve e jovial;
  • Bioestimuladores de colágeno: com a idade, homens e mulheres são afetados pela diminuição natural da produção de colágeno, de forma que é possível realizar tratamentos estéticos que visem estimular a produção do colágeno. A substância auxilia na sustentação da pele deixando-a mais firme e com melhor tônus;
  • Fios de sustentação: um procedimento estético que também pode fazer parte da harmonização facial masculina consiste no uso de fios para suspender a pele, promovendo um efeito lifting. Em alguns casos, o material usado também pode estimular a produção de colágeno;
  • Toxina botulínica: a aplicação de toxina botulínica está entre os procedimentos estéticos mais realizados e desejados da atualidade. A técnica causa uma paralisia muscular temporária que tem como objetivo amenizar as rugas dinâmicas e suavizar as expressões faciais, como os pés de galinha e rugas frontais, muito marcantes em faces masculinas;

A definição de quais técnicas serão realizadas na harmonização facial masculina depende das características iniciais, das insatisfações do paciente, de suas expectativas e do olhar clínico e intuição do profissional.

Não é incomum que o paciente tenha incômodo com uma característica facial específica, mas a amenização dela pode depender de um tratamento em outra região. Portanto, apenas a avaliação especializada pode indicar como o tratamento será conduzido.

Como é feita a harmonização facial?

Em geral, por serem usadas técnicas minimamente invasivas, a harmonização facial pode ser realizada no consultório do dermatologista, sem necessidade de pré-operatório ou internação hospitalar.

Após a avaliação e definição das técnicas que serão realizadas, é agendada uma consulta específica para a definição e realização do tratamento.

O paciente não precisa realizar nenhum tipo de modificação significativa em seus hábitos para recorrer à harmonização facial. Após o tratamento as recomendações incluem cuidados como:

  • Evitar a exposição solar direta;
  • Usar apenas dermocosméticos indicados pelo dermatologista, incluindo filtro solar;
  • Evitar atividades extenuantes, ao menos, nas primeiras 24 horas;
  • Caso realize a aplicação de toxina botulínica, evite deitar-se nas 4 horas posteriores ao procedimento;
  • Evite uso de novas tecnologias como lasers ou radiofrequências no mesmo dia, para não comprometer o tratamento.

O dermatologista vai indicar quais os cuidados antes e depois da harmonização facial considerando as particularidades do caso, como os tratamentos realizados e a saúde do paciente.

Ao seguir as recomendações corretamente, os efeitos do tratamento podem ser observados já nas semanas posteriores. Dependendo das técnicas e produtos usados na harmonização facial masculina os resultados permanecem entre 12 meses e 4 anos. Para saber mais sobre o procedimento, entre em contato e agende uma consulta.

Fontes:

Clínica de Dermatologia – Dr. Daniel Stellin;

Sociedade Brasileira de Dermatologistas (SBD).

Postado por Dr. Daniel Stellin | CRM: 111.635

Dr. Daniel Stellin é um dermatologista graduado pela Faculdade de Medicina do ABC-São Paulo e pós-graduado em Fisiologia Hormonal Aplicada. Detém os títulos de Especialista em Dermatologia pela Sociedade Brasileira de Dermatologia, Especialista em Infectologia pelo Hospital do Servidor Público Estadual e Membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia.