Fale conosco pelo WhatsApp

Harmonização Facial Masculina: Como funciona?

Mulher segura agulha para realizar harmonização facial masculina

Entenda detalhadamente como é feito esse procedimento de medicina estética 

A harmonização facial masculina é um procedimento estético que vem ganhando cada vez mais adeptos, muito em razão da crescente preocupação de homens com a estética e a autoestima. Tal processo envolve uma série de melhorias na qualidade da pele, aperfeiçoando proporções e simetrias.

Resumidamente, a harmonização facial masculina consiste na combinação de vários tratamentos faciais, mesclando o uso de bioestimuladores de colágeno, toxina, preenchedores e até mesmo novas tecnologias, como o ultrassom microfocado, para entregar ao paciente o melhor resultado possível.

O procedimento, contudo, precisa ser feito por profissionais especializados, como um dermatologista, utilizando a melhor técnica e abordagem, o que permitirá que o produto escolhido possa performar melhor na face do paciente.

Além do mais, a harmonização facial masculina pode ser buscada por pacientes com diferentes finalidades. Diversos homens chegam até os consultórios buscando modificar estruturas de regiões como fronte, olhos, sobrancelhas, bigode chinês, mento, contorno facial e maçã do rosto.

Quando a harmonização facial masculina é recomendada?

É comum que a harmonização facial masculina seja uma boa alternativa para pacientes acima dos 25 anos, idade em que o envelhecimento facial costuma apresentar suas primeiras marcas mais consistentes. No entanto, o procedimento também pode ser procurado por pacientes mais jovens, de acordo com o caso envolvido.

Em algumas situações, os pacientes chegam aos consultórios médicos com algumas certezas equivocadas sobre seus casos e com expectativas irreais sobre os resultados que poderiam alcançar com o procedimento estético. Por isso, é muito importante ouvir o que o especialista tem a dizer e alinhar com ele, previamente, todas as expectativas com relação à harmonização facial.

É de praxe procurar por um especialista em harmonização facial masculina homens que se incomodem com situações como:

  • Excesso de rugas e linhas de expressão;
  • Bigode chinês;
  • Perda do contorno facial;
  • Papada;
  • Flacidez cutânea intensa;
  • Flacidez e queda das pálpebras;
  • Perda de volume facial;
  • Problemas no sorriso ou na dentição. 

Como é feito o procedimento?

A harmonização facial masculina pode ser realizada no consultório dermatológico, já que são necessárias apenas técnicas minimamente invasivas. Em primeiro lugar, é preciso acordar com o médico qual será o procedimento escolhido.

Dentre eles, podemos destacar os preenchedores faciais, que utilizam, em geral, o ácido hialurônico, responsável por trazer segurança e resultados efetivos. Seu uso objetiva aumentar o volume de uma determinada estrutura da face (como correção de assimetrias, aumento da região do arco mandibular, ou ainda promover um “face lift”), trazendo ao paciente um aspecto mais jovial.

Existem ainda os bioestimuladores de colágeno, substância esta cuja produção diminui com o decorrer dos anos. O estímulo à produção dessa substância tem como função deixar a pele firme e com mais tônus.

O ultrassom microfocado, tratamento que utiliza energia em diferentes camadas da pele, traz um efeito lifting ao rosto associado à melhora do colágeno e da qualidade da pele, sem dor e com recuperação quase que imediata, tornando-se um excelente aliado às técnicas de preenchimento descritas acima.

Por fim, ainda podemos citar a toxina botulínica, um dos procedimentos mais procurados por aqueles que desejam fazer uma harmonização facial masculina. Essa técnica induz uma paralisia muscular provisória, de modo a amenizar rugas dinâmicas e suavizar expressões faciais, como os indesejáveis pés de galinha, muito presentes em rostos de homens.

Como agir depois da harmonização facial?

Uma vez escolhida e aplicada a técnica que for condizente com as expectativas do paciente, existem algumas cautelas que devem ser adotadas, tais como:

  • Evitar exposição ao sol;
  • Utilizar apenas dermocosméticos que sejam indicação do médico;
  • Não praticar atividades exaustivas, ao menos nas primeiras 24 horas;
  • Em caso de aplicação da toxina botulínica, não se deite nas primeiras quatro horas depois do procedimento.

Procurando um profissional especializado para realizar a sua harmonização facial masculina? Envie uma mensagem para o Dr. Daniel Stellin, dermatologista experiente na área da medicina estética, e agenda agora mesmo a sua consulta.

 

Fontes:

Clínica de Dermatologia Dr. Daniel Stellin;

Sociedade Brasileira de Dermatologistas (SBD).

Dr. Daniel Stellin | CRM: 111.635

Dr. Daniel Stellin é um dermatologista graduado pela Faculdade de Medicina do ABC-São Paulo e pós-graduado em Fisiologia Hormonal Aplicada. Detém os títulos de Especialista em Dermatologia pela Sociedade Brasileira de Dermatologia, Especialista em Infectologia pelo Hospital do Servidor Público Estadual e Membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia.