AGENDAR PRIMEIRA CONSULTA
Fale conosco pelo WhatsApp

Liftera e Futera: o poder dessa combinação

Mulher recebendo diversos tipos de tratamentos.
Imagem meramente ilustrativa (Banco de imagens: Shutterstock)

A junção das tecnologias Liftera e Futera resultam em uma pele mais firme e com aparência jovem

Com o passar do tempo,  a produção de colágeno e de elastina naturalmente se reduzem. Como resultado, a flacidez e as linhas de expressão surgem na pele, o que pode afetar a autoestima e causar outros problemas para o indivíduo.

Entre as diversas possibilidades de tratamento desenvolvidas constantemente pela Medicina para atenuar esses efeitos do envelhecimento, Liftera e Futera são tecnologias que têm se mostrado aliadas e muito eficientes no combate a esse processo. Entenda mais sobre essa combinação.

Liftera: o que é e como funciona?

Liftera é uma tecnologia de lifting com ultrassom microfocado utilizada no tratamento da pele, principalmente no combate à flacidez. O equipamento estimula a produção de colágeno e elastina de forma não invasiva, atingindo camadas cutâneas profundas e superficiais.

O dispositivo promove a renovação e a retração da pele com a emissão de ondas que emitem calor e causam microdanos ao tecido, o que provoca a produção de novas fibras de colágeno e reorganização das pré-existentes. Liftera possui uma alta precisão por ter um rápido alcance da temperatura ideal de coagulação, que fica entre 65 e 70º C.

Não existe uma limitação de faixa etária para aproveitar os benefícios do Liftera. Ele pode ser utilizado em diferentes áreas do rosto e do corpo para disfarçar sinais de envelhecimento. Combinar Liftera e Futera potencializa esses resultados. Algumas das indicações são:

  • Pálpebras caídas;
  • Papada;
  • Flacidez;
  • Perda do contorno facial.

Futera: o que é e como funciona?

Futera é um aparelho de radiofrequência que atua na camada superior da pele para estimular a produção de colágeno e diminuir rugas e linhas de expressão. O equipamento é uma novidade apresentada no Congresso de Dermatologia em 2022.

O rejuvenescimento da pele acontece como resultado das ondas eletromagnéticas emitidas pelo Futera, que são convertidas em calor para renovar as células e melhorar o aspecto da pele. As principais indicações de uso são para:

  • Redução da flacidez, poros e linhas finas;
  • Melhora da elasticidade;
  • Suavização de cicatrizes de acne entre outros benefícios .

Devido à capacidade de reduzir flacidez e linhas de expressão, Liftera e Futera são tecnologias que podem ser utilizadas na mesma área para potencializar os resultados do tratamento.

Realize tratamentos de Liftera e Futera com o Dr. Daniel Stellin!

Agende uma consulta

Por que combinar o Futera e Liftera?

Com o processo de envelhecimento, existe perda de densidade e elasticidade da pele, deixando-a fina e  flácida. A combinação de Liftera e Futera  age exatamente na reversão desse processo, trazendo benefícios preciosos no combate ao envelhecimento.

Enquanto o Liftera acessa a camada cutânea mais profunda para aumentar a sustentação, o Futera age na superfície criando micro canais para a penetração de ativos aplicados na pele e trata rugas e cicatrizes. Assim, Liftera e Futera maximizam os resultados um do outro.

Como é feita essa combinação?

Considerando as queixas e as expectativas do paciente, o especialista considera a junção da ação dos aparelhos para melhorar o resultado. Como são tecnologias que não necessitam de cortes, a associação entre Liftera e Futera é feita de acordo com as características individuais da pele.

O Liftera é um tratamento indolor que não prejudica as áreas trabalhadas. A quantidade de sessões depende do objetivo do tratamento, do nível de flacidez da pele e da extensão da região facial ou corporal. O protocolo é indicado pelo profissional após a avaliação.

Já o Futera pode causar um pouco de desconforto durante a aplicação e apresentar vermelhidão nas primeiras 24 horas, mas não é excessivamente incômodo e a recuperação é rápida. Os resultados também podem ser observados na primeira sessão e a recomendação média é de duas a três sessões por ano.

Quais são os resultados esperados?

As tecnologias Liftera e Futera proporcionam firmeza, contorno e suavização de sinais globais do envelhecimento. Os resultados são visíveis na primeira sessão, com melhora gradual ao longo dos primeiros meses.

Para a melhora dos resultados, é aconselhado repetir o tratamento periodicamente com Liftera e Futera, sendo que o protocolo será definido após cuidadosa avaliação. Afinal, já é possível frear as consequências do envelhecimento, que apesar de contínuo e gradual, é bastante atenuado  com a adoção de hábitos saudáveis e visitas frequentes ao dermatologista.

Agende sua consulta com o Dr. Daniel Stellin para saber mais a respeito.

 

Fontes:

Liftera

Sociedade Brasileira de Dermatologia

Entre em contato

Clínica com tecnologia e humanização para seu tratamento.

AGENDAR PRIMEIRA CONSULTA