Conheça 5 malefícios do açúcar para o organismo

Início » Conheça 5 malefícios do açúcar para o organismo

açúcar

É comprovado cientificamente que o açúcar faz mal para o organismo, e um dos grandes problemas dessa substância é a facilidade com que o corpo humano se torna dependente dela, já que a mesma possui efeitos tranquilizantes (ao chegar ao cérebro, converte-se em serotonina e promove bem-estar).

Parte da culpa dos malefícios gerados pela substância é do processo de refinamento. Depois de retirado da natureza, ele é submetido a inúmeros processos químicos, para torná-lo branco e fino, perdendo assim, nutrientes como fibras e proteínas. Por isso, ele é essencialmente um produto de calorias vazias e, quando consumido, causa problemas à saúde .

Quais danos o açúcar pode trazer à saúde?

Além dos problemas cardíacos e do aumento da chance de obesidade e ataques aos sistemas imunológico e nervoso, foram mapeadas diversas outras maneiras com que o consumo do produto prejudica o organismo. Por exemplo:

  • alguns alimentos, como massas brancas, podem aumentar rapidamente a concentração sérica de açucar . Essa variação estimula reações inflamatórias, aumentando a incidência de  acne;
  • o colágeno, que mantém a pele firme e evita o aparecimento de rugas, sofre danos em sua estrutura, fato que acelera o envelhecimento  da pele;
  • as bactérias que habitam a cavidade oral podem transformá-lo em ácido que ataca os dentes, deixando-os mais fracos e originando o mau hálito;
  • a variação do nível desse elemento no sangue torna-se um fator que estimula o cansaço, a alteração de humor e o estresse. Esse tipo de modificação leva a problemas como a ansiedade. O corte ou a diminuição do consumo da substância contribuem para a estabilidade do humor;
  • a insulina é responsável pela entrada da substância em questão nas células. O uso exagerado desta (presente em alta quantidade principalmente em comidas industrializadas) faz com que as mesmas  tornem-se resistentes à insulina, fator responsável pelo desencadeamento do diabetes tipo 2.

Como prevenir esse tipo de problema?

Existem alimentos mais saudáveis que apresentam inúmeros benefícios e podem substituir o uso de tal produto na alimentação diária, como o mel, o açúcar de coco, o xilitol, o açúcar-mascavo, o melado de cana, o eritritol, o xarope de bordo, dentre outros.

É importante lembrar que a ingestão alimentar deve ser feita de forma equilibrada e saudável, independente do que se for comer. Além disso, evitar comidas e bebidas processadas, lactose, xarope de milho, pães e outras comidas que apresentem alto nível de açúcar são ações que também ajudam na diminuição do consumo do mesmo.

Quer saber mais? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter, e ficarei muito feliz em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais do meu trabalho como fisiologista hormonal e dermatologista em São Paulo.

Postado por Dr. Daniel Stellin | CRM: 111.635

Dr. Daniel Stellin é um dermatologista graduado pela Faculdade de Medicina do ABC-São Paulo e pós-graduado em Fisiologia Hormonal Aplicada. Detém os títulos de Especialista em Dermatologia pela Sociedade Brasileira de Dermatologia, Especialista em Infectologia pelo Hospital do Servidor Público Estadual e Membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia.