O que é feito na consulta de modulação hormonal?

Início » O que é feito na consulta de modulação hormonal?

A modulação hormonal é o conjunto de procedimentos que ajustam os níveis hormonais no organismo. Este tratamento pode envolver a prescrição de hormônios bioidênticos, suplementos, exercícios físicos, entre outras opções que visam restabelecer o equilíbrio das funções orgânicas.

O corpo humano produz mais de 30 tipos de hormônios, responsáveis pela reprodução, batimentos cardíacos, equilíbrio da pressão arterial, metabolismo, libido, dentre outras funções. Por isso, o equilíbrio na produção dessas substâncias é vital para a saúde do organismo.

Por essa razão, a modulação hormonal trata diversas alterações na saúde. Algumas delas dizem respeito aos sintomas da menopausa, enxaquecas, depressão e disfunções na tireoide. 

De todo modo, a popularização da técnica ocorreu graças aos tratamentos contra o envelhecimento, também oferecidos pelo método. Nesse caso, o equilíbrio hormonal é focado na qualidade com que o paciente vive a terceira idade.

O primeiro passo para a realização da terapia hormonal é procurar um especialista. Somente ele pode indicar o tipo e a necessidade do tratamento com hormônios. 

Neste artigo, você poderá esclarecer as principais dúvidas sobre a consulta de modulação hormonal. 

Como é a consulta para modulação hormonal?

Análise do paciente

A primeira consulta pode se estender, tendo até duas horas de duração. No primeiro contato com o paciente, é normal que o especialista tenha uma longa conversa com o indivíduo para conhecer seus hábitos, seu dia a dia e os sintomas que o levaram até ali.

O profissional solicita o preenchimento de um questionário em que são registrados detalhes sobre a vida do paciente. É necessário responder sobre todos os aspectos relacionados à saúde, presença de processos inflamatórios, dores crônicas e doenças em geral. Deve-se informar o histórico de cirurgias e traumas, inclusive.

Além disso, são registrados detalhes do histórico de saúde da família do paciente. Todas essas informações, aliadas aos exames solicitados, irão auxiliar o médico especialista na definição do tipo de modulação aplicada.

Pedido de exames

Logo na primeira consulta, são solicitados os exames que irão auxiliar o médico na definição da melhor terapia.

Para as mulheres, são pedidos raio-X de tórax, ecografia abdominal, renal, mamária, ginecológica e da tireoide. Também pode incluir mamografia e eco doppler carotídeo. 

Para os homens, são solicitados o raio-X de tórax, ecografia abdominal, renal, prostática e de tireoide, além do eco doppler carotídeo.

Em geral, após a primeira consulta, volta-se ao terapeuta hormonal quando o paciente já está com o resultado de todos os exames. Diante da investigação sobre o quadro de saúde e hábitos do paciente, o médico verifica qual, ou quais, hormônios devem ser ajustados.

Muitos profissionais concordam que a modulação hormonal pode envolver, inclusive, a mudança de hábitos de vida para que o objetivo de saúde seja alcançado.

Quer saber mais? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter, e ficarei muito feliz em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais do meu trabalho como fisiologista hormonal e dermatologista em São Paulo.

CTA para uma entrevista com o Dr. Daniel Stellin

Postado por Dr. Daniel Stellin | CRM: 111.635

Dr. Daniel Stellin é um dermatologista graduado pela Faculdade de Medicina do ABC-São Paulo e pós-graduado em Fisiologia Hormonal Aplicada. Detém os títulos de Especialista em Dermatologia pela Sociedade Brasileira de Dermatologia, Especialista em Infectologia pelo Hospital do Servidor Público Estadual e Membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia.

Deixe uma resposta