Tudo o que você precisa saber sobre a cauterização de verrugas

Início » Tudo o que você precisa saber sobre a cauterização de verrugas

Médico aponta para verrugas em corpo de paciente

As verrugas são um problema de pele bastante comum. No entanto, o que poucas pessoas sabem é que elas são causadas pelo papilomavírus humano, conhecido como HPV, e podem surgir em diversas partes do corpo, incluindo a região íntima. Existem de maneira sucinta, basicamente 5 tipos de verrugas, cada uma causada por uma variação (sorotipo) diferente do HPV. Importante lembrar que essa condição de pele é transmissível pelo contato direto com as pessoas infectadas, uma vez que é causada por um vírus. Por isso, é importante não fazer esse contato com a pele se estiver sem luvas e sempre higienizar as mãos.

Tipos de verrugas

A diferenciação entre os tipos dessa condição na pele é feita com base na localização do corpo em que surge. Sendo assim, existem:

  • plantar: é aquela que aparece na sola dos pés, conhecida popularmente como “olho de peixe”;
  • genital: surge nas partes íntimas do corpo, tanto no homem quanto na mulher;
  • plana: é macia, pequena e possui coloração castanha ou amarela, aparecendo principalmente na região da face;
  • filiforme: costuma aparecer em pessoas com mais de 60 anos, também na região do pescoço e da face;
  • vulgar: se manifesta principalmente nos dedos, mas também pode surgir em cotovelo, joelho e couro cabeludo. É da cor da pele e geralmente é coberta por uma espessa crosta de coloração clara.

O que todos esses tipos do problema em questão têm em comum é que podem ser retirados por meio de uma técnica conhecida como cauterização.

Realização da cauterização

A cauterização é um procedimento que pode ser feito de 2 principais maneiras. A 1ª delas é através de cremes ou soluções, configurando -se em um tratamento tópico.

Esse tratamento é feito à base de cremes/soluções que contém ácido na composição, geralmente ácido lático ou ácido salicílico, que geralmente se apresenta em contrações de 15% a 20%. Concentrações maiores existem, mas é necessária a avaliação de um médico especialista para determinar a necessidade e segurança de sua utilização.

O segundo tipo de tratamento é realizado através  de impulsos elétricos, por meio da utilização de uma sonda microscópica. O papel dessa sonda é fazer com que o tecido receba pequenos choques, atingindo o vírus contido na base da lesão que com o passar do tempo e repetição das sessões, elimina  o problema.

Vale ressaltar que a eliminação dessa alteração a não significa que ela não retornará, pois as verrugas são causadas pela infecção pelo HPV, e infelizmente ainda não existe uma cura para isso. No entanto, indivíduos com verrugas possuem uma imunidade apenas parcial a determinada cepa viral em questão alguns chegam a desenvolver plena imunidade durante a terapia, eliminando espontaneamente as lesões.

Assim, a cauterização é um procedimento bastante eficaz na retirada de verrugas da pele porém sempre é necessário consultar um dermatologista para a realização desse procedimento ou na busca de melhores alternativas para a abordagem das lesões .

Quer saber mais? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter e ficarei muito feliz em responder aos seus comentários sobre esse assunto. Leia outros artigos e conheça mais do meu trabalho como fisiologista hormonal e dermatologista em São Paulo.

Postado por Dr. Daniel Stellin | CRM: 111.635

Dr. Daniel Stellin é um dermatologista graduado pela Faculdade de Medicina do ABC-São Paulo e pós-graduado em Fisiologia Hormonal Aplicada. Detém os títulos de Especialista em Dermatologia pela Sociedade Brasileira de Dermatologia, Especialista em Infectologia pelo Hospital do Servidor Público Estadual e Membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia.