Afinal, a dieta low carb pode fazer mal?

Início » Afinal, a dieta low carb pode fazer mal?

As dietas são algumas das formas mais variadas de se basear uma alimentação cotidiana. Possuem  uma grande diversidade, com inúmeras possibilidades de combinações, ou focadas em determinados tipos de alimentos. Visa a redução de peso, ou a melhora da saúde com base no consumo de alguns produtos ou restrição de um grupo de alimentos. Dentre algumas das dietas que mais se destacaram nos últimos tempos, a dieta low carb é uma das que mais conquistaram adeptos que buscam uma redução de peso, diminuindo ao mínimo o consumo de carboidratos, passando a optar preferencialmente por proteínas e gorduras.

No entanto, com o sucesso e a grande quantidade de adeptos dessa dieta, algumas polêmicas vieram à tona, especialmente com relação a possíveis prejuízos que ela poderia causar à saúde de seus seguidores.

A dieta low carb pode prejudicar a saúde?

O 1º passo para identificar os reais efeitos dessa dieta no corpo é saber como aplicar adequadamente esse tipo de restrição na alimentação. Um erro bastante comum é confundir a redução da ingestão de carboidratos, feita na dieta em questão, com um corte completo de carboidratos.

Essa confusão é o principal motivo de preocupação com a saúde que a dieta poderia causar, pois o corte radical de carboidratos e a falta deles no corpo poderiam causar não apenas a perda de peso, mas também uma fraqueza muito grande e, assim, danos ao organismo.

Porém, é preciso que se entenda essa dieta não como uma inimiga dos carboidratos, mas como uma forma de consumi-los moderada e adequadamente, condicionando o corpo a não depender dessa substâncias como principal fonte de combustível, passando a utilizar as gorduras e proteínas como fonte energética.

O consumo de gorduras na dieta low carb

Outro ponto de confusão relacionado à dieta em destaque neste artigo e que algumas pessoas podem ver como prejudicial à saúde, é a maior ingestão de gorduras, uma vez que elas ficam responsáveis pela energia corporal em substituição aos carboidratos.

Porém, para que se esclareça esse ponto, é necessário saber que tal dieta requer principalmente a ingestão de gorduras saudáveis, como as monoinsaturadas, e não o consumo de gorduras hidrogenadas ou gorduras trans, que trazem uma série de malefícios ao corpo.

Dessa maneira, com a correta identificação das indicações da dieta de baixo carboidrato, é possível identificar que esse não é um modo radical de alimentação, com um consumo mínimo dessa substância e de gorduras saudáveis e proteínas, que fazem com que o corpo tenha os benefícios dos alimentos, proporcionando uma perda de peso saudável e a reeducação alimentar.

Assim, é possível afirmar também que a dieta low carb não é prejudicial à saúde se seguida corretamente, sem nenhum tipo de radicalismo.

Quer saber mais? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter, e ficarei muito feliz em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais do meu trabalho como fisiologista hormonal e dermatologista em São Paulo.

Postado por Dr. Daniel Stellin | CRM: 111.635

Dr. Daniel Stellin é um dermatologista graduado pela Faculdade de Medicina do ABC-São Paulo e pós-graduado em Fisiologia Hormonal Aplicada. Detém os títulos de Especialista em Dermatologia pela Sociedade Brasileira de Dermatologia, Especialista em Infectologia pelo Hospital do Servidor Público Estadual e Membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia.