Deficiência de vitamina D pode causar danos à saúde

Início » Deficiência de vitamina D pode causar danos à saúde

Alimentos que contém vitamina D

Para evitar qualquer doença, é preciso ter uma vida saudável, uma alimentação regrada e praticar exercícios físicos. Com isso, o corpo mantém as funções corretamente e com o nível necessário de cada vitamina. Uma dessas vitaminas mais importantes é a vitamina D.

Essa vitamina é essencial para o metabolismo, auxilia na formação dos ossos, auxiliando a absorção intestinal do cálcio, participa de diversos tecidos do corpo, como cérebro, pele, coração, intestino, próstata, dentre outros, e até mesmo interage com o sistema imunológico.

A vitamina tem ainda a função de regular a homeostase do cálcio, ou seja, funciona como um hormônio esteroide. Com isso, faz parte do processo de formação e reabsorção ósseas, interagindo com órgãos como intestino, rins e paratireoides.

Quais danos a ausência da vitamina D pode causar?

Por isso, a falta de vitamina D gera redução de concentração de fósforo e cálcio no sangue, reduzindo a densidade óssea. Essa diminuição torna o corpo mais propenso a fraturas, por exemplo.

Também pode causar osteomalácia e raquitismo (durante a infância), além de hipocalcemia e hipofosfatemia.

Em casos mais avançados, pode causar osteoporose, queda na imunidade, aumento do risco de infarto, hipertensão arterial, risco de acidente vascular cerebral (AVC) ou derrame, câncer, diabetes tipo 1, infecções, artrite reumatoide, dentre outras complicações.Novas pesquisas demonstram relação de baixos níveis com obesidade.

Um estudo norte-americano demonstrou que há uma relação direta entre doenças do coração e falta dessa vitamina. Mais de 70% de um grupo de 10 mil pessoas que participaram do estudo possuíam níveis baixos de vitamina D, conferindo um aumento do risco de desenvolver doenças cardíacas. A suplementação reduziu o risco de morte pela metade.

Outro estudo norueguês, apresentou que as pessoas que possuem doenças cardíacas e  mantém níveis adequados de vitamina D apresentam redução de 30% do  risco de morrerem em decorrência de problemas cardiovasculares.

Os principais sintomas da falta dessa vitamina são fraqueza muscular, cansaço e dores crônicas. Normalmente, sua insuficiência  não manifesta muitos sinais e sintimas, mas as consequências desse quadro são de grande relevância para a manutenção da integridade da saúde .

Como manter os níveis da vitamina D elevados?

Normalmente, os fatores que favorecem a carência dessa vitamina são: falta de exposição ao sol (de forma adequada e saudável),  pigmentação maior na pele ( pardos e negros ),  pouca ingestão de alimentos gordurosos que favorecem sua absorção, ter mais de 50 anos, morar em ambientes frios cuja incidência solar é menor, e por fim, a realização de cirurgias para redução do estômago.

O ideal é, para pessoas de pele clara, uma exposição diária ao sol de 15 a 20 minutos, somente em braços e pernas e  para as pessoas de pele escura, de 1 hora pelo menos. Além disso, ingerir diariamente alimentos ricos nessa vitamina ou mesmo suplementá-la.

Quer saber mais? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter, e ficarei muito feliz em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais do meu trabalho como fisiologista hormonal e dermatologista em São Paulo.

Postado por Dr. Daniel Stellin | CRM: 111.635

Dr. Daniel Stellin é um dermatologista graduado pela Faculdade de Medicina do ABC-São Paulo e pós-graduado em Fisiologia Hormonal Aplicada. Detém os títulos de Especialista em Dermatologia pela Sociedade Brasileira de Dermatologia, Especialista em Infectologia pelo Hospital do Servidor Público Estadual e Membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia.