Benefícios dos alimentos funcionais

Início » Benefícios dos alimentos funcionais

alimentos funcionais

Além de cumprir suas funções nutricionais, diversos legumes, cereais, frutas, verduras e proteínas possuem papel fundamental para o bom funcionamento do organismo, proporcionando vários benefícios para saúde. Esses ingredientes são chamados de alimentos funcionais e são categorizados assim em virtude de seus efeitos na qualidade de vida de quem os consome regularmente.

De acordo com o Ministério da Saúde, os alimentos funcionais proporcionam variados benefícios à saúde, além das questões nutricionais presentes em sua composição química.

Entre os pontos positivos desses itens estão a redução do risco de doenças crônicas degenerativas, categoria que inclui o câncer e a diabetes, entre outros.

Veja alguns alimentos e quais benefícios proporcionam à saúde:

Maçã, manjericão, manjerona, sálvia, uva e caju

Esses ingredientes possuem em sua composição o polifenol Tanino, que tem importante papel antioxidante, antisséptico e vasoconstritor.

Alho e cebola

Além de dar um sabor especial aos pratos, esses dois itens ajudam a reduzir o colesterol, favorecem o controle da pressão sanguínea, melhoram o sistema imunológico e diminuem risco de câncer gástrico. O alho apresenta uma substância chamada Trissulfeto Dialina que apresenta propriedades neuroprotetoras, deve ser preferencialmente consumido na forma crua.

Soja

O grão vem ganhando destaque na alimentação do brasileiro, em diversas formas, e possui ação estrogênica, minimizando os sintomas da menopausa, reduz os níveis de colesterol ruim e é anticâncer.

Alcachofra

Alimento rico em inulina e polifenóis, aumenta a função do sistema glutationa / glutationa peroxidase hepático melhorando o sistema de depuração de toxinas realizado pelo fígado.

Cacau

Alimento rico em polifenóis ( catequinas e procianidinas ) com excelentes efeitos quando consumido antes da atividade física, dilatando o sistema vascular e assim permitindo uma melhor oxidação tecidual durante a atividade física .

Aveia, centeio, cevada, farelo de trigo, feijão e ervilha

Extremamente ricos em fibras, esses alimentos reduzem o risco de câncer de cólon, promovem a melhora do funcionamento intestinal, ajudam no controle da glicemia e, por causa de sua composição nutricional, dão maior saciedade e são usados no tratamento da obesidade.

Frutas cítricas, tomate, pimentão, alcachofra e cereja

São alimentos ricos em flavonoides, substância responsável por dar a cor vibrante aos vegetais e que tem importante ação em atividades anticâncer, anti-inflamatórias, antioxidante e vasodilatadora. O suco de laranja se consumido na forma natural e na quantidade máxima de 200 ml ao dia apresenta efeitos expressivos na perda de gordura , através do aumento de sua oxidação( betaoxidação de lipídeos ) , reduz resistência a insulina além de importante função antioxiadante

Sardinha, salmão, atum, anchova e arenque

Em virtude dos ácidos graxos e do ômega 3, promove a redução o colesterol ruim (LDL), tem ação anti-inflamatória e ajuda no desenvolvimento do cérebro e da retina de recém-nascidos. Os principais omegas com efeitos benéficos contidos nos peixes são o EPA e o DHA, também apresentam grandes benefícios em relação ao sistema cardiovascular reduzindo o  risco de arritmias e morte súbita . 

Linhaça 

Muito popular no dia a dia de quem busca uma alimentação mais saudável, a linhaça também possui função inibidora de tumores hormôniodependentes, ou seja, que necessitam de hormônios para se desenvolverem, como é o caso do câncer de mama.

Goiaba vermelha, pimentão vermelho e melancia

Esses e outros vegetais de cor vermelha possuem licopeno em sua composição, substância de caráter antioxidante, que reduz os níveis de colesterol ruim e age na prevenção do risco de diversos tipos de câncer, como o de próstata.

Batata Yacon e chicória

Possuem composição prebiótica, ativando a microflora intestinal ( microbiota ), proporcionando um bom funcionamento do intestino.

Leite fermentado e iogurtes

São alimentos funcionais probióticos, atuam melhorando as funções gastrointestinais e reduzindo a constipação e o risco do câncer de cólon.

Porém, antes de inserir os alimentos funcionais em sua dieta é importante ficar atento para alguns pontos. O primeiro deles é que os benefícios não surgirão imediatamente, será necessário o consumo de maneira regular para obter resultados significativos. Outro destaque é para o fato de ter conhecimento que os efeitos só poderão ser alcançados se esses ingredientes fizerem parte de uma dieta equilibrada.

Quer saber mais? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter, e ficarei muito feliz em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais do meu trabalho como fisiologista hormonal e dermatologista em São Paulo.

Postado por Dr. Daniel Stellin | CRM: 111.635

Dr. Daniel Stellin é um dermatologista graduado pela Faculdade de Medicina do ABC-São Paulo e pós-graduado em Fisiologia Hormonal Aplicada. Detém os títulos de Especialista em Dermatologia pela Sociedade Brasileira de Dermatologia, Especialista em Infectologia pelo Hospital do Servidor Público Estadual e Membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia.